RUA CHABAD, 105 - CERQ. CÉSAR CEP 01417-030 - SÃO PAULO - SP

ESPÍRITO DA TERRA

Postal Espirito da Terra
Intérprete, Texto – Débora Duboc
Piano, Direçao Musical – Lincoln Antonio
Encenação, Texto, Luz, Cenário – Marcio Aurelio
Cantor alemão – Abertura – Sr. Heinz Röhrig
Canções – Frank Wedekind
Dramaturgia – Christine Röhrig
Versão e Tradução – Christine Röhrig
                                    Marcelo Motta Monteiro
                                     Marcos Renaux
                                     Willi Bolle
Produção – Olhar Imaginário – Núcleo de Teatro

Direção de Marcio Aurelio, com Débora Duboc, interpretando e cantando, e Lincoln Antônio, tocando piano, Espírito da Terra é um divertido musical contemporâneo com as canções tragicômicas e eróticas de Frank Wedekind.

A montagem da peça, inédita no Brasil, foi cercada de fatores inusitados como a gravidez de Duboc, em junho de 2000. A condição da atriz ganhou dimensão cênica como força de resistência e libertação.

Espírito da Terra teve uma temporada oficial em São Paulo no final de 2004 e continua sendo apresentado pelo Brasil em eventos especiais.

 

 

 

“O espetáculo dirigido por Márcio Aurélio tem a notável sabedoria de sublimar a ira do autor e transformá-la em ironia… Com uma voz suavíssima (Débora Duboc) e uma postura de início angelical, secundada por uma cenografia límpida, apenas um espaço circular que se prolonga sugerindo em uma faixa vertical e pelo piano de Lincoln Antônio… A voz melodiosa quebra-se em graves e agudos surpreendentes, os acessórios, sugerindo pureza ou o seu inverso, desprendem-se do figurino e chegam a uma austeridade essencialista… Atualizam a rejeição à beleza ideal e a consequente adesão à simetria. São apelos estéticos de outra ordem os gestos inventados por Débora Duboc”.

Mariângela Alves de Lima

(Caderno 2, 29/10/2004)