RUA CHABAD, 105 - CERQ. CÉSAR CEP 01417-030 - SÃO PAULO - SP

VOCACIONAL

Cartaz-Voca-Vermelho-forte-(Alta)
Direção – Toni Venturi
Gênero – Documentário / História
Versão  – Longa-metragem (72’) / Série de 2 Episódios (52’)
Lançamento – 2013
Roteiro – Silvia Lohn, Toni Venturi, Vitor Alves Lopes
Fotografia – Flavio Murilo, Júlio Garcia
Musica – BiD, Mauricio Nacif, Fabio Caramuru, Josafá Veloso
Montagem – Vitor Alves Lopes
Produção Executiva – Sérgio Kieling
Produção – Olhar Imaginário / Mamute Filmes

O choque de uma escola libertária com a ditadura militar na década de 60. Uma página terrível, emocionante e pouco conhecida da história da educação pública no Brasil.

 

Em VOCACIONAL – UMA AVENTURA HUMANA, o cineasta Toni Venturi revisita a história dos colégios Vocacionais do estado de São Paulo que na década de 60 foram reprimidos pela ditadura militar. Concebidos por Maria Nilde Mascellani, uma das mais importantes pedagogas contemporâneas, tinham uma proposta à frente do seu tempo: fazer o aluno pensar, trabalhar em grupo e desenvolver a sensibilidade artística e habilidades técnicas.

Partindo do olhar pessoal do diretor, que participou desta experiência escolar, através do depoimento de vários ex-alunos e professores, o filme permite uma reflexão sobre os descaminhos a que o regime autoritário conduziu a educação no país. Ao olhar criticamente para o passado, a obra contribui para a compreensão da precariedade do ensino público atual e seus desafios para o futuro.

 

“Ensino público e gratuito sem distinção de classes, educação participativa voltada para formar cidadãos conscientes, disciplinas aplicadas à realidade social, às artes, à vida prática e ao trabalho comunitário… Pode ser uma utopia para o Brasil de hoje, mas já aconteceu no passado… São muitas e apaixonantes as histórias que emergem das falas e dos materiais de arquivo do colégio, incluindo-se aí um raro e mitológico curta realizado pelos alunos, Aloysio Raulino entre eles, fotografado por Jorge Bodanzky e supervisionado por Maurice Capovilla e Rudá de Andrade… Venturi com seu engajamento pessoal tem a medida certa, e a emoção não turva nem sabota uma narrativa extremamente coesa. Para a educação brasileira atual, é um filme radicalmente inspirador.”
Carlos Alberto Mattos
(Blog …rastros de carmattos, 07/4/2011)

Documentário veiculado no SescTV em 2 episódios