​© 2019  Olhar Imaginário. 

  • Facebook Clean

CENA INQUIETA

em produção

Série documental do SESCTV sobre grupos e performers teatrais comprometidos com as minorias, as diferenças e a experimentação de linguagem.

Uma série de 26 programas de 52 minutos sobre grupos teatrais e artistas da cena nacional que estão realizando trabalhos relevantes ligados ao teatro negro, as questões de gênero e de cunho político e social.

 

CENA INQUIETA conta com a consultoria e coordenação de conteúdo da pesquisadora Silvana Garcia, direção do cineasta Toni Venturi, roteiro de Marcos Ferraz, produção executiva de Tiago Berti, coordenação de produção de Camila Abade, pesquisa de campo de Valdirene Gomes e fotografia de Otávio Pupo. A série será exibida no canal SescTV em 2019.

 

A escolha dos artistas e grupos leva em consideração três eixos temáticos: teatro negro, teatro de gênero/diversidade e teatro político-social. Cada programa fará um mergulho documental no trabalho de dois grupos de teatro (ou performers) – apresentando seus ensaios, peças realizadas, processos de criação e depoimentos dos  criadores. Além dos grupos, cada programa contará com a participação de um convidado(a) especialista -- dramaturgo(a), crítico(a), escritor(a) --, que contribuirá com análises e reflexões acerca do universo temático explorado artisticamente pelos coletivos.


Utilizando de material de arquivo dos trabalhos anteriormente realizados e da contextualização dos tópicos pelos especialistas a série proporcionará ao espectador um panorama da produção cênica nacional fora dos marcos comerciais, a partir do trabalho de criadores que estão atuando com profundidade na exploração da linguagem e dos temas mais candentes do universo contemporâneo das artes cênicas.

1/2

SILVANA GARCIA

curadora

Pesquisadora, dramaturgista e diretora de teatro, com mestrado e doutorado em Artes Cênicas pela Universidade de São Paulo (USP). É também professora da Escola de Arte Dramática (USP) e autora dos livros Teatro da Militância, As Trombetas de Jericó – Teatro das Vanguardas Históricas, e Territórios e paisagens - Estudos sobre teatro, além de inúmeros ensaios sobre teatro brasileiro.

 

Dirige o grupo Lasnoias & Cia. dedicado à pesquisa de dramaturgia cênica contemporânea, e responsável pela criação dos espetáculos Lesão Cerebral (2007), Há um crocodilo dentro de mim (2009) e Não vejo Moscou da janela do meu quarto (2014), pelo qual recebeu o prêmio Shell de Direção.