RUA CHABAD, 105 - CERQ. CÉSAR CEP 01417-030 - SÃO PAULO - SP

SOU TODA CORAÇÃO

Cartaz_STC
Roteiro, Texto, Direção, Luz – Elias Andreato
Intérprete, Cantora – Débora Duboc
Direção Musical, Piano – Jonatan Harold
Cenografia, Projeto de Vídeo – Laura Andreato
Assistência de Direção, Luz – André Acioli
Visagismo – Fabiana Akamine
Aula de Canto – Beth Amin
Estudo de Movimento – Marize Piva
Terapeuta Corporal – Doria Gark
Diretor de Palco, Projeção – Rogério Santos
Assistente de Produção – Guto Tataren
Assessoria de Imprensa – Sylvio Novelli
Comunicação Digital – Marco Froner, Gisela Monteiro
Fotos de Divulgação e Cena – Luís França
Fotografia de Vídeo – Edison Bello
Produção de Vídeo – Tiago Berti
Edição de Vídeo – Victor Alves Lopes, Marcus Vinicius Costa
Gerência de Produção – Maria Fernando Coelho
Direção de Produção – Toni Venturi
Realização – Audiovisual E Cultura Produções
 Produção – Olhar Imaginário – Núcleo de Teatro
Débora Duboc veste Marc Lab e calça It Beach

O amor. Da procura à descoberta, passando pela paixão, ciúme, dúvida, desejo, dor, vingança, simpatias e esperança. Essas são algumas facetas do universo amoroso que espetáculo musical apresentou na bem sucedida temporada no Teatro Itália no final do ano de 2015.

 

 

Retomando as parcerias com Elias Andreato, como na peça “Jocasta” encenada em 2014, Débora Duboc e o autor e diretor de SOU TODA CORAÇÃO estão novamente à frente duma montagem que remete aos musicais íntimos em clima de cabaré dos anos 70 e 80. Em cena, Débora constrói, unindo a fala e o canto, um “discurso amoroso”.

 

 

São 24 canções, com arranjos originais assinados por Jonatan Harold, entremeadas com textos criados a partir de pout pourri de fragmentos de autores como Fernando Pessoa, Willian Shakespeare, Walter Franco, Clarice Lispector, até frases de caminhão de origens desconhecidas. “O espetáculo propõe pensarmos na música do ponto de vista teatral. Sonoridade e texto juntos”, explica Elias Andreato. Em determinados momentos, o diretor acrescenta projeções de vídeos, criando uma moldura para as cenas.